InscriptionNewsletterRapide_Email
Voltar à página inicial>Guia Calçado Bebé

Guia calçado bebé

O que deve saber...

Voltar ao topo
  1. Desde o
    nascimento até aos
    primeiros passos

    Devemos proteger os pezinhos do bebé!

    Mas antes temos que deixar que se desenvolvam... É por isso que, no início, prefira a opção pé descalço!

    E quando a temperatura descer, opte por sapatinhos suaves, em têxtil ou malha, para aquecer os pezinhos!

    Ver a coleção
  2. Dos 10 aos 15 meses

    Devagar se vai ao longe!

    Todos os podólogos concordam que é necessário deixar os pés do Bebé tranquilos antes de começar a andar ou antes de se manter de pé.

    Conselho: durante os primeiros 3 meses de aprendizagem, deixe o seu filho andar de pés descalços. Assim, favorece o seu crescimento correto e estimula os músculos dos membros inferiores.

    Ver a coleção
  3. Até aos 36 meses

    Para começar com o pé direito é essencial calçar corretamente o bebé!

    A partir do momento em que o seu bebé começa a andar regularmente, não hesite: pode passar para o calçado especialmente pensado para primeiros passos!
    Perfeitamente adaptado à anatomia dos seus pés, é concebido para garantir a sua estabilidade enquanto anda, ao mesmo tempo que assegura o suporte e o conforto. Nesta fase do crescimento, o desenvolvimento dos ossos e dos músculos do pé é contínuo. Por isso, para encontrar o calçado ideal para o pé do seu bebé, siga o nosso guia dos Conselhos de especialista...

    Ver a coleção

Conselhos de especialista

O que não pode esquecerVoltar ao topo

A partir do momento em que a criança começa a andar

Calçado Vertbaudet
  • Escolha calçado para primeiros passos para um bom suporte do pé:
    Escolha modelos com a biqueira mais larga para deixar que os dedos do pé do seu filho se mexam livremente, sem estarem demasiado apertados.
    E não lhe calce calçado demasiado grande para que o pé não escorregue nem aqueça com a fricção.
  • Nunca se esqueça que o calçado deve adaptar-se ao pé da criança e nunca o contrário. Para encontrar calçado para o seu pé, leia mais abaixo os nossos conselhos.
  • Nos 3 primeiros anos, privilegie os modelos com o cano ligeiramente subido ou com cano alto e ligeiramente rígido para segurar melhor o tornozelo. Com contraforte e, ainda melhor, reforços laterais suplementares, o calcanhar e o pé ficam bem seguros! Como alternativa, opte por calçado sem cano para trabalhar voluntariamente os tornozelos do seu filho, de forma a reforçá-los.
  • Calçado Vertbaudet

    Escolha calçado
    com rebordo do tornozelo acolchoado
    para um melhor conforto ao nível dos maléolos e uma boa proteção do tendão de Aquiles.

  • Calçado Vertbaudet

    Com atacadores, presilha autoaderente ou fivelas reguláveis, o importante é que envolvam bem os pés sem os apertar.

  • Calçado Vertbaudet

    Prefira calçado com forro e palmilha em pele. Este material é ideal pois permite uma melhor respiração e limita a transpiração que muitas vezes causa as bolhas.

  • Calçado Vertbaudet

    Rasto suave, flexível (dotado de entalhes de flexão) e muito leve: para maior estabilidade, nada melhor que um rasto em cauchu, em elastómero ou em crepe para evitar o risco de escorregar.

Como medir e escolhero tamanho certo do calçado?

Prático!

O pedímetro: Outro meio muito prático para saber o número do seu filho

Quero comprar!

Verifique regularmente o crescimento do seu filho: o tempo passa muito depressa e ficará surpreendido com a rapidez com que o pé evolui!

Em média, é aconselhável para uma criança entre 1 e 2 anos mudar de calçado a cada 3 ou 4 meses..

Uma indicação simples de controlar: quando calçar o sapato e quando estiver bem calçado, certifique-se que os dedos do pé, e sobretudo o dedo grande, não tocam na biqueira do calçado.

FAQ

Voltar ao topo
  • O meu filho de 8 meses quer estar sempre em pé, devo comprar-lhe os seus primeiros sapatos?

    Dos 7 aos 9 meses, o seu filho interessa-se pelo mundo à sua volta assim como pelo seu próprio corpo: depois de gatinhar, ele tenta levantar-se e sentar-se. Está mais forte, mais tonificado e serve-se dos elementos que o rodeiam (grades, mesa baixa, sofá, etc.) para se segurar... Contudo, ainda é muito cedo para que ande realmente (a partir dos 10 meses na melhor das hipóteses). Por isso, não se apresse, deixe os pezinhos à vontade, de forma a favorecer o desenvolvimento do seu esqueleto e a musculatura das suas pernas e dos seus pés

  • O filho da minha irmã é 2 meses mais velho do que o meu, posso aproveitar o seu calçado antigo?

    Controlar o orçamento familiar e/ou não desperdiçar dinheiro... É normal sentir-se tentada a aceitar. No entanto, desaconselhamos fortemente! A roupa pode passar de mão em mão, sem problema, mas é melhor evitar fazer o mesmo com o calçado. Como já foi usado por pés com um formato, ainda que apenas ligeiramente diferente, pode estar deformado e, por isso, não apresenta todos os atributos pretendidos!

  • O meu filho transpira muito dos pés, ao final do dia o calçado e os pés estão húmidos, o que posso fazer?

    A transpiração é um fenómeno natural. As glândulas situadas na planta do pé são responsáveis pela regulação térmica: contêm uma solução aquosa que, ativada pelas glândulas, é conduzida diretamente para a superfície da pele... Trata-se do suor.

    E é em contacto com as bactérias naturalmente presentes no calçado que se formam os odores desagradáveis e o risco de micoses.

    Os nossos conselhos:

    • Evite que o seu filho use o mesmo calçado durante várias dias seguidos. Assim, consegue secar o interior de forma mais eficaz.
    • Escolha os modelos respirantes ou absorventes e prefira meias em algodão aos materiais sintéticos que, pelo contrário, favorecem a transpiração.
    • Para uma boa higiene, lave as meias com um produto desinfetante (no programa da roupa delicada, se possível). Também pode vaporizar o interior do calçado com um desodorizante ou um spray antimicrobiano adaptado.
  • A Maria tem 2 anos e tem os pés planos, de tal forma que a arcada plantar, a sua planta dos pés,
    fica totalmente plana. É preciso pensar em palmilhas ortopédicas?

    Acima de tudo, não se preocupe, é perfeitamente normal. Todos os bebés nascem com os pés planos (chatos) e é durante o desenvolvimento dos ossos e dos músculos que se forma a arcada plantar.

    Até aos 4 anos, a maioria dos podólogos desaconselham mesmo o uso de suportes artificiais para a arcada plantar. Para favorecer um crescimento e uma musculatura harmoniosa dos pés, deixe a Maria andar com os pés descalços o mais possível.

    É claro, de futuro, se constatar que a arcada plantar se afundou, poderá ser necessário consultar um especialista.

  • Para aprender a andar, comprámos um andarilho.
    Quando o nosso filho estiver lá sentado, é necessário calçá-lo?

    O seu filho está na fase da aprendizagem, por isso, ainda não anda sozinho. Além disso, tal como no parque para bebés, não serve de nada constranger os seus pezinhos com calçado. Contudo, em contacto com o chão frio ou se a temperatura estiver pouco elevada, calce-lhe umas pantufas suaves e quentes para maior conforto: o rasto antiderrapante é também uma boa proteção para evitar deslizes!