CONSELHOS

As diferentes fases do paladar do bebé

Estas são as diferentes fases que não deve ignorar!

A abordagem ao paladar, essencial para o bem-estar do bebé, vai determinar a sua alimentação. Então, pelo prazer e a saúde do bebé, ajude-o a despertar os seus sentidos e a saborear novos alimentos!

O paladar durante a gravidez


Na barriga da mamã, o bebé conhece diariamente muitos sabores! Assim, quando nascer, já conhece o doce, o salgado, ácido e amargo! Mas o seu processo de aprendizagem está apenas a começar...

Ao longo da sua viagem intrauterina, o bebé tem uma inclinação por tudo o que é doce… mas ainda falta determinar todas as suas preferências gustativas! Por isso, a partir dos seus primeiros meses de vida, vai poder iniciá-lo neste novo mundo de aromas e sabores!

O despertar do paladar nos primeiros meses


Muito mais sensível aos paladares do que um adulto, o bebé vai mostrar o que gosta e o que não gosta! Os seus gestos divertidos de prazer ou rejeição vão falar por si. Inevitavelmente vai passar por uma fase de caprichos em que vai rejeitar sistematicamente tudo o que é novo. Insista na sua posição. Para isso, deve apresentar-lhe várias vezes os alimentos que ele rejeita, porque mais tarde ou mais cedo ele vai aprender a gostar deles e isso é muito importante para lhe mostrar a variedade de alimentos que existem! A rejeição é um fenómeno perfeitamente normal ligado a vários fatores. A estranheza em relação a uma textura, a cor do alimento, a surpresa das papilas gustativas…

Lentamente, os seus gostos vão tornar-se cada vez mais ricos e vão desenvolver-se... e até mudar! Se até aos 7 anos o bebé tiver maior tendência para os paladares doces, dê-lhe sempre a oportunidade de conhecer novos alimentos. Não se trata de o obrigar, porque ele pode não querer experimentar novas coisas, mas sim de o ensinar a saborear outros alimentos! Se o bebé tiver mudanças de apetite, de preferências ou atitudes contraditórias, não se preocupe com isso e continue a dar-lhe alimentos equilibrados para que ele se familiarize com eles e coma de forma saudável.

Os prazeres gustativos do bebé


Comer é um ato muito importante para o bebé. Quando ainda mama, amamentar ou dar biberão, é um momento especial de partilha e amor recíprocro com a mamã e o papá, durante o qual ele sente segurança, satisfação, descontração, bem-estar… Por isso, à medida que ele cresce, é muito importante manter este prazer relativamente à refeição.

Faça da refeição um momento de reencontro e de partilha. Mostre ao seu filho como uma alimentação equilibrada é um elemento positivo e agradável e, acima de tudo, seja paciente… ele vai tornar-se num apreciador gourmet!